Header Ads

Regras de acentuação gráfica


Antes da explicação das regras, vamos recordar a noção de sílaba tônica: é o nome que se dá à sílaba de uma palavra que é pronunciada mais fortemente que as outras. Quando a sílaba tônica é a última, a palavra é classificada como oxítona; quando a sílaba tônica é a penúltima, a palavra é classificada como paroxítona; quando a sílaba tônica é a antepenúltima, a palavra é classificada como proparoxítona.















1. Acentuam-se todas as palavras proparoxítonas: célebre, dúvida, fantástico.
Obs.: Essa regra vale também para as formas verbais: cantávamos, quiséssemos, falávamos.

2. Acentuam-se as palavras oxítonas terminadas em a(s): Pará, sofás | e(s): você, cafés | o(s): avó, avô, paletós | em (ens): armazém, parabéns.
Obs.: Essa regra vale também para as formas verbais seguidas dos pronomes lo, la, los, las: pegá-lo, dizê-la, compô-las.

3. Acentuam-se as palavras oxítonas terminadas em i(s) ou u(s), apenas quando essas letras forem precedidas de vogal: i(s): Havaí, país, saí | u(s): baú, baús, Jaú.
Obs.: Essa regra vale também para as formas verbais seguidas dos pronomes lo, la, los, las: atraí-lo, substituí-la, atraí-los, substituí-las.

4. Acentuam-se as palavras paroxítonas terminadas em ditongo crescente: ea(s): várzea, várzeas | eo(s): gêmeo, gêmeos | ia(s): séria, sérias | ie(s): série, séries | io(s): sócio, sócios | oa(s): mágoa, mágoas | ua(s): régua, réguas | ue(s): tênue, tênues | uo(s): ingênuo, ingênuos.

5. Acentuam-se as palavras paroxítonas terminadas em:

  • ão(s), ã(s): órfão, órfãos, órfã, órfãs.
  • ei, eis: jóquei, jóqueis, túneis.
  • i, is: júri, lápis.
  • us: vírus, bônus.
  • um, uns: álbum, álbuns.
  • ps: bíceps, fórceps.
  • r: revólver, mártir.
  • x: tórax.
  • n: hífen, elétron, nêutron.
  • ons: elétrons, nêutrons.
  • l: fácil, móvel.

Obs.: Não se acentuam os prefixos terminados em i ou r, como super, anti, hiper, inter, multi etc.: semi-inconsciente, inter-regional, super-homem. Esses prefixos só devem ser acentuados se forem usados como abreviaturas de substantivos: Foi anunciada uma nova míni (nesse caso, míni é uma forma abreviada do substantivo minidesvalorização) | Nova regulamentação para múltis (nesse caso, múltis é uma forma abreviada do substantivo multinacionais).

6. Acentuam-se os ditongos abertos tônicos das palavras oxítonas: anéis, pastéis, herói(s), faróis, troféu(s), mausoléu(s).
Atenção! Os ditongos fechados não são acentuados: ameixa, camafeu, lei, loiro.

7. Acentuam-se os monossílabos tônicos terminados em a(s): lá, gás | e(s): pé, mês | o(s): pó, nós | ditongo aberto: céu, sóis (plural de sol), réus.
Obs.: Acentuam-se os prefixos  pós, pré e pró: pós-graduação, pré-história, pró-infância.

8. Acentuam-se o i e u tônicos, seguidos ou não de "s", quando formam hiato com a vogal anterior e desde que estejam sozinhos na sílaba: saúde = sa-ú-de, saímos = sa-í-mos, saíram = sa-í-ram.
Veja mais exemplos de hiatos em i e u que devem ser acentuados: aí, alaúde, amiúde, ataúde, ateísmo, baía, balaústre, baú, beduíno, cafeína, ciúme, cocaína, concluído, conteúdo, cuíca, daí etc.

Atenção! Não se acentuam o i e u se eles forem  seguidos de "nh": rainha: ra-i-nha | moinho: mo-i-nho. Não se acentua vogal i  repetida: xiismo, xiita. Se o i ou o u forem antecedidos de um ditongo decrescente, não serão acentuados: feiura, baiuca. Mas, se forem antecedidos de um ditongo crescente, serão acentuados: guaíba, guaíra.



Acento Diferencial

Algumas palavras levam acento apenas para se diferenciar de outras e não por se enquadrar nas regras que acabamos de ver. Por isso, o acento que elas recebem é chamado de acento diferencial. é o caso das palavras apresentadas a seguir:

Pôde - É uma forma do verbo 'poder': 3ª pessoa do singular do perfeito do indicativo: Ele pôde ir à escola. Leva acento para se diferenciar de "pode". forma da 3ª pessoa do singular do presente do indicativo: Ele pode ir a escola.
Pôr - É verbo: Vou pôr o livro na estante. Leva acento para diferenciar-se da preposição "por": Vou ao escritório por essa avenida.
Têm - É a forma da 3ª pessoa do plural do presente do indicativo do verbo "ter": Eles têm sono. Leva acento para diferenciar-se de "tem", forma da 3ª pessoa do singular: Ele tem sono.
Vêm - É a forma da 3ª pessoa do plural do presente do indicativo do verbo "vir": Eles vêm à festa. Leva acento para diferenciar-se de "vem", forma da 3ª pessoa do singular do presente do indicativo: Ele vem à festa.

Cuidado com estes verbos!

Os verbos derivados de ter e vir, no presente do indicativo, levam acento agudo na 2ª e 3ª pessoas do singular e acento circunflexo na 3ª pessoa do plural:

Conter - tu conténs / ela contém / eles contêm
Convir - tu convéns / ele convém / elas convêm
Deter - tu deténs / ela detém / eles detêm
Intervir - tu intervéns / ele intervém /  elas intervêm.
Manter - tu manténs / ela mantém / eles mantêm.
Obter - tu obténs / ele obtém / elas obtêm.
Reter - tu reténs / ela retém / eles retêm.

Nomes pessoais

Os nomes de pessoas devem seguir as mesmas regras de acentuação que se aplicam às outras palavras. Em documentos oficiais, pode-se manter a grafia de um nome tal como consta na certidão de nascimento, mas, em outros casos, deve-se escrevê-lo de acordo com as regras de ortografia vigentes.
Eis alguns exemplos de nomes de pessoas que devem ser acentuados: Adélia, Aírton, Álvaro, André, Ângela, Antônio, Cátia, Cecília, Célia, César,  Fábio, Flávio, Getúlio, Heloísa, Inês, Letícia, Lúcio, Luís, Luísa, Márcio, Maurício, Mônica, Nélson, Sérgio, Tomás, Válter etc.

Gostou? Acompanhe nossa página no Facebook!



Leia também:

Tecnologia do Blogger.