Header Ads

As 4 principais qualidades de uma boa redação

Não existem fórmulas mágicas para fazer uma boa redação. O exercício contínuo, aliado à prática da leitura de bons autores, e a reflexão são indispensáveis para a criação de textos.

Não pretendemos aqui formar escritores, como também não dispomos de uma "varinha mágica" que lhe permita, de um momento para outro, tornar-se um escritor consagrado. Nossa tarefa será a de apontar algumas qualidades que você deve observar na produção de seu texto.




São qualidades da redação que você deve cultivar: a concisão, a correção, a clareza e a elegância.



A concisão


Ser conciso significa que não devemos abusar das palavras para exprimir uma ideia. Deve-se ir direto ao assunto, não ficar "enrolando", "enchendo linguiça". Significa, enfim, eliminar tudo aquilo que é desnecessário.


A correção




A linguagem utilizada na redação deve estar de acordo com a norma culta, ou seja, deve obedecer aos princípios estabelecidos pela gramática.

Conhecer as normas que regem o uso da língua é fundamental para a produção de um texto correto. Evidentemente, a maioria das pessoas não conhece de cor todas as regras gramaticais. Por isso, em caso de dúvidas na redação, não hesite em consultar um bom livro de gramática.

Tome cuidado com alguns desvios de linguagem que comumente aparecem em redações:

  • Grafia - tome cuidado com a grafia de palavras que não conheça. Em caso de dúvidas, consulte o dicionário. Se não for possível, substitua a palavra por outra cuja grafia você conheça.
  • Flexão das palavras - cuidado com a formação do plural de algumas palavras, sobretudo as compostas.
  • Concordância - lembre-se de que o verbo sempre concordará com o sujeito e os nomes devem estar concordando entre si.
  • Regência - fique atento à regência de verbos e nomes, sobretudo daqueles que exigem preposição a, a fim de não cometer erro no emprego da crase.
  • Colocação dos pronomes - observe a colocação dos pronomes oblíquos átonos (me, te, se, nos, lhe, o, a, os, as).

A clareza


A clareza consiste na expressão da ideia de forma que possa ser rapidamente compreendida pelo leitor. Ser claro é ser coerente, não contradizer-se, não confundir o leitor.
São inimigos da clareza: a desobediência às normas da língua, os períodos longos, o vocabulário rebuscado ou impreciso.


A elegância


A elegância consiste numa leitura de texto agradável ao leitor. É conseguida quado se observam as qualidades que apontamos anteriormente (a correção gramatical, a clareza e a concisão) e também pelo conteúdo da redação, que deve ser original, criativo.


Lembre-se de que a elegância deve começar pela própria apresentação do texto. Deve apresentar-se limpo, sem borrões ou rasuras e com letra legível.


Gostou? Acompanhe nossa página no Facebook!





Leia também:


Tecnologia do Blogger.