Swift

Spin Out não é só mais um drama adolescente


Quando vi o cartaz de “Spin Out” na minha página inicial da Netflix fiquei muito curiosa em assistir, pois sou muito fã de patinação artística. Inicialmente, esperava que fosse só mais uma série adolescente, no estilo de “My Perfect Landing” ou “A Second Chance”. Estava redondamente enganada.

“Spin Out” acompanha a história de Kat Baker, uma promissora patinadora que sofre um acidente durante uma competição que acaba por afastá-la do esporte por alguns meses. Porém, ao se recuperar fisicamente do acidente, ela precisou lidar com uma lesão ainda mais grave: a depressão e a insegurança. Isso porque após o acidente, Kat ficou extremamente insegura, achando que nunca mais conseguiria competir com a mesma qualidade de antes.


Ao passo que ela precisa lidar com sua insegurança, ela enfrenta diversos problemas familiares. Sua mãe, assim como ela, sofre de transtorno bipolar, o que faz com que a mãe seja muito abusiva com Kat e sua irmã mais nova (que também é patinadora). A mãe das duas as forçava treinar num ritmo muito acima do necessário, além de constantemente comparar as duas irmãs, insinuando que a irmã era melhor patinadora que Kat e ignorando todos os problemas psicológicos que ela estava sofrendo após o acidente.

Após treinar por meses sem apresentar resultados de evolução, Kat começa a cogitar abandonar o esporte. Entretanto, ela recebe uma proposta surpreendente: deixar de ser patinadora individual e passar a competir em duplas. Kat fica em dúvida sobre aceitar ou não a proposta, mas também tem consciência de que essa seria uma das últimas oportunidades de voltar a competir e quem sabe se qualificar para as Olimpíadas. Será que ela consegue?


Como eu disse antes, “Spin Out” não é uma série adolescente, sendo que inclusive aborda diversos temas até um pouco “pesados”, como transtornos mentais e alimentares, abuso sexual, inveja e problemas familiares, o que me deixou muito envolvida com a série durante todos os episódios. Certamente recomendo a série a todos vocês!

Leia também:

Flickr Images