Os animais mais marcantes do mundo dos livros

Oi, pessoal! Como vocês estão? Hoje vim falar sobre um tema ainda pouco discutido no mundo literário, mas que na minha opinião é muito interessante: os personagens animais do mundo dos livros.

Quantas vezes você já leu algum livro em que um animal era um dos personagens, às vezes até mesmo recebendo um papel de destaque na história? Nesse post, vou listar alguns dos animais mais importantes do mundo dos livros e as razões para você conhecer mais cada uma das obras a seguir. Se você lembrar de mais algum, pode deixar um comentário em uma das nossas redes sociais com a sua indicação!


Edwiges – Série Harry Potter, de J. K. Rowling


Edwiges é a famosa coruja branca de Harry Potter. Hagrid deu a coruja de presente a Harry pelo seu aniversário de 11 anos. A coruja é conhecida por ser muito ágio e inteligente. Além disso, uma característica marcante dela é a sua postura protetora que tem com Harry Potter.


Shadowfax - Série Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien


Shadowfax é o cavalo do mago Gandalf na série de livros “O Senhor dos Anéis”. Ele era conhecido como “o senhor dos cavalos” por ser descendente de Felaróf, da importante raça Mearas, a raça dos melhores cavalos de toda a Terra Média. Shadowfax era capaz de compreender a fala humana e dizia-se que podia correr mais rápido que o vento.


Baleia - Vidas Secas, de Graciliano Ramos


Baleia é a fiel cadela de Fabiano, Sinha Vitória e seus filhos. Na minha opinião, a Baleia é o animal mais marcante da literatura brasileira. Não é exagero quando digo que toda vez que me lembro da Baleia, começo a ficar com a garganta engasgada enquanto me seguro para não chorar. Isso porque o capítulo 9 de Vidas Secas, que retrata a morte da cachorrinha, é provavelmente o mais marcante de toda a obra. Nesse ponto do livro, Graciliano Ramos atingiu com maestria o ato de humanizar um animal e animalizar os humanos.

“Baleia queria dormir. Acordaria feliz, num mundo cheio de preás. E lamberia as mãos de Fabiano, um Fabiano enorme. As crianças se espojariam com ela, rolariam com ela num pátio enorme, num chiqueiro enorme. O mundo ficaria todo cheio de preás, gordos, enormes” (trecho do capítulo nove de Vidas Secas).


A raposa – O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry


Uma das principais personagens do livro “O Pequeno Príncipe” é a raposa. É a raposa a responsável por trazer inúmeras reflexões, dentre elas o significado e importância de cativar alguém. É dela a famosa frase: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”.


Gato de Cheshire – Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll


O Gato de Cheshire é o famoso gato da história de Alice no País das Maravilhas. O gato é conhecido pelo seu enorme sorriso e pelas suas charadas. Alice encontra-o algumas vezes durante suas aventuras no País das Maravilhas.


O elefante - A Viagem do Elefante, de José Saramago


A história real do elefante que viajou por diversos países até chegar na Áustria é retratada no livro “A Viagem do Elefante”. A história se passa em 1551, quando o rei português D. João III e sua esposa, Catarina d’Áustria, resolveram oferecer um presente bem singular a Maximiliano II, devido a seu casamento com a filha do imperador Carlos V. O presente era um elefante!


Os ratos – A Peste, de Camus


Tudo bem, nesse caso não se trata de nenhum animal fofinho. Estou falando dos ratos de “A Peste”. O livro conta a história de uma cidade da Argélia que é atingida por uma peste transmitida por ratos. A obra é considerada um dos grandes clássicos da literatura mundial e inclusive, devido à pandemia da Covid-19, registrou um grande aumento no número de vendas recentemente.


O corvo – O corvo, de Edgar Allan Poe


O corvo” é um poema narrativo do escritor Edgar Allan Poe, que trata da misteriosa visita de um corvo falante a um homem que havia perdido sua amada.

“E o corvo ahi fica; eil-o trepado
No branco marmore lavrado
Da antiga Pallas; eil-o immutavel, ferrenho.
Parece, ao ver-lhe o duro cenho,
Um demonio sonhando. A luz cahida
Do lampeão sobre a ave aborrecida
No chão espraia a triste sombra; e fóra
D’aquellas linhas funeraes
Que fluctuam no chão, a minha alma que chora
Não sai mais, nunca, nunca mais!” (Trecho final de “O Corvo” – Tradução de Machado de Assis).


Aslan – As Crônicas de Nárnia, de C. S. Lewis


Certamente, quando pensamos em animais do mundo dos livros, um dos primeiros que vem à cabeça da maior parte das pessoas é Aslan, o poderoso leão de Nárnia. Ele é um ser mítico de Nárnia e tem um importante papel no enredo, sendo considerado como uma alusão ao deus cristão.


A baleia - Moby Dick, de Herman Melville


Moby Dick” é um dos grandes clássicos da literatura mundial e inspira até hoje diversos livros e filmes sobre animais gigantes. O livro conta a história de um grupo de baleeiros que perseguiu incessantemente um cachalote, o que acabou provocando a destruição da própria tripulação.


Quincas Borba – Quincas Borba, de Machado de Assis


Pouca gente sabe, mas dois personagens de Machado de Assis têm o mesmo nome. Há o homem (Quincas) e seu cachorro (também chamado Quincas). No livro, é como se o personagem principal teria dado seu nome ao cachorro numa tentativa de sobreviver, mesmo após sua morte, no nome do cão. Quincas - o cachorro não se lembrava dos chutes que levou do dono, mas apenas dos afagos que recebeu, o que deixava claro que ele era um cão muito carinhoso e fiel.