Bridgerton: equilíbrio perfeito entre drama e romance


Oi, pessoal! Hoje vim aqui falar com vocês sobre uma série muito bacana que terminei de assistir há algumas semanas: Bridgerton. Muitos de vocês provavelmente já ouviram falar nela, mas sei que tem muita gente que ainda não assistiu.

Não sei vocês, mas sempre quando surge uma série que se torna muito popular, principalmente entre um público mais jovem, eu já fico com o pé atrás. Não sei o porquê, mas sempre fui assim, creio que é um tipo de preconceito com séries voltadas para o público jovem-adulto, visto que não tive experiências muito boas com séries assim no passado. Então, quando Bridgerton foi lançada e todo muito começou a falar nela, confesso que levei vários meses até decidir finalmente assisti-la. E posso dizer desde já que quebrei a cara, pois a série é realmente muito boa.


Bridgerton se passa no século XIX e acompanha a vida da realeza britânica e das famílias da alta sociedade da época. A série toda é narrada por uma mulher de identidade desconhecida que adota o pseudônimo de “Lady Whistledown”, que é responsável por uma espécie de jornal de fofocas que circula na cidade. É quase como se fosse uma Gossip Girl de duzentos anos atrás 😊 E como já é de se esperar, uma série de intrigas é causada por conta das fofocas divulgadas pela Lady Whistledown.

O foco central da história é a busca das jovens mulheres da alta sociedade por um esposo. A trama mostra como eram organizados diversos encontros, jantares e bailes semanalmente e como as jovens se preparavam para esses eventos de forma a impressionar seus possíveis pretendentes.

Porém, a personagem que mais se destaca na série é Daphne Bridgerton, uma bela jovem de uma família muito rica e influente na cidade. Apesar de receber muita atenção em todos esses bailes e jantares, ela nunca conseguia encontrar o par perfeito para se casar. E isto começava a despertar algumas fofocas na cidade, pois parecia que ela estava “ficando para trás”. Entretanto, ao conhecer o Duque de Hastings a situação muda drasticamente.

O Duque de Hastings era um jovem muito sedutor e que possuía uma grande fortuna, então obviamente todas as jovens da cidade morriam de amores por ele. Só que o Duque nunca se mostrava interessado por nenhuma delas, por mais bonitas ou agradáveis que fossem, ele sempre optava em continuar solteiro. Quando ele conhece Daphne, os dois entram em um acordo de fingir estarem se relacionando. Nesse caso, ambos se beneficiariam: Daphne não ficaria mal falada por estar solteira e o Duque não seria mais incomodado com os “assédios” sofridos pelas outras mulheres e com a pressão para se casar.

Contudo, o plano que parecia ser perfeito acaba complicando ainda mais a vida dos dois, pois aos poucos eles parecem desenvolver um sentimento real, não conseguindo mais deixar o relacionamento apenas no “fingimento” de sempre. A partir daí, a série evolui com muito mais drama, romance e sexo.

A série Bridgerton estreou em dezembro do ano passado e desde então é considerada a série mais assistida da história da Netflix, desbancando diversos outros sucessos como “O Gambito da Rainha” e “Lupin”. A série mostrou ter o equilíbrio perfeito entre drama e romance que com certeza vai agradar públicos de diversas idades. Recomendo a todos vocês!