Ads

Retrospectiva 2021: os acontecimentos mais marcantes do ano no mundo da literatura


Olá, pessoal! No post de hoje vamos relembrar alguns dos acontecimentos mais marcantes do ano de 2021 no munda da literatura. Aproveito para desejar a todos um feliz natal e próspero ano novo!

──────⊱◈◈ Os sucessos do ano ◈◈⊰──────

A autora Monique Malcher ganhou grande destaque em 2021 ao vencer o Prêmio Jabuti.

Paulina Chiziane ganhou Prêmio Camões 2021. O Prêmio Camões é atribuído anualmente desde 1989 e visa reconhecer os escritores que contribuíram para o enriquecimento da literatura, sendo hoje o maior prêmio no âmbito da literatura em língua portuguesa. A escritora moçambicana Paulina Chiziane foi escolhida por unanimidade dos votos como a vencedora do prêmio em 2021. Ela publicou diversas obras ao longo de sua carreira, podendo-se destacar "Niketche: Uma História de Poligamia" e "O Alegre Canto da Perdiz".

Abdulrazak Gurnah ganhou Prêmio Nobel de Literatura de 2021. O autor Abdulrazak Gurnah nasceu em 1948 na ilha de Zanzibar e chegou à Inglaterra como refugiado nos anos 60. Produziu diversas obras, dentre elas "Paradise", "By the Sea" e "Desertion". Ele foi laureado com o Prêmio Nobel de Literatura, "por sua penetração intransigente e compassiva dos efeitos do colonialismo e do destino do refugiado no abismo entre culturas e continentes."

Monique Malcher ganhou destaque nacional com seu livro "Flor de Gume". Natural de Santarém (PA), Monique escreve desde criança. O livro "Flor de Gume" reúne diversos contos que tratam de temas como abuso sexual, machismo, violência doméstica e alienação parental. Além disso, a obra foi premiada com o Prêmio Jabuti de 2021 na categoria "Conto".

"Torto arado" foi sucesso nas livrarias brasileiras. O livro de Itamar Vieira Junior foi publicado em 2019. Entretanto, fez enorme sucesso nas livrarias brasileiras ao longo de 2021, figurando praticamente inabalável nos rankings de livros mais vendidos da Amazon ao longo do ano.

"O avesso da pele" recebeu o Prêmio Jabuti de 2021. "O avesso da pele" é a história de Pedro, que, após a morte do pai, assassinado numa desastrosa abordagem policial, sai em busca de resgatar o passado da família e refazer os caminhos paternos. Com uma narrativa sensível e por vezes brutal, o autor Jeferson Tenório traz à superfície um país marcado pelo racismo e por um sistema educacional falido, e um denso relato sobre as relações entre pais e filhos. O livro foi premiado como melhor romance literário do ano pelo Prêmio Jabuti de 2021.

Bruno Paes Manso causou polêmica e provocou diversas reflexões com seu livro "A república das milícias: Dos esquadrões da morte à era Bolsonaro". O livro se constrói com depoimentos de pessoas diretamente ligadas às milícias no Brasil, provocando diversas reflexões sobre os rumos que o país tomou, principalmente após a eleição de Jair Bolsonaro. Muitos criticaram a obra, mas vale lembrar que o livro recebeu o Prêmio Jabuti de 2021 na categoria "Biografia, Documentário e Reportagem".


──────⊱◈◈ Deu o que falar em 2021 ◈◈⊰──────

A Feira do Livro de Joinville foi um sucesso.

A volta dos eventos literários. Após longos meses de quarentena, aos poucos os eventos literários voltam a acontecer presencialmente. Posso citar para vocês o exemplo da Bienal do Livro de São Paulo e da Feira do Livro de Joinville que, com todos os cuidados necessários para conter a propagação do vírus, foram um sucesso e estimularam o mercado editorial no Brasil no ano de 2021.

Taxação de livros provoca revolta. Atualmente, os livros são isentos de tributos, embora materiais empregados em sua produção, como o papel e a tinta, sejam tributados. Em julho de 2020, Guedes e Bolsonaro propuseram uma reforma tributária que, dentre diversas outras alterações, provocaria o aumento da carga tributária dos livros. Este projeto de reforma tributária causou muita polêmica entre os meses de abril e maio desse ano, por ser considerada uma medida que aumentaria ainda mais a desigualdade no Brasil, por dificultar o acesso dos mais pobres aos livros.

Fernanda Montenegro e Gilberto Gil agora fazem parte da Academia Brasileira de Letras. A premiadíssima atriz Fernanda Montenegro, de 92 anos, foi eleita por maioria absoluta à cadeira de número 17, enquanto o cantor e compositor baiano Gilberto Gil, de 79 anos, passará a ocupar a cadeira de número 20. Muita gente criticou o fato de uma atriz e um músico ocuparem cadeiras na ABL, mas vale destacar que a Academia busca valorizar a cultura popular brasileira. Sendo assim, pessoas de qualquer profissão podem assumir uma cadeira na ABL.


──────⊱◈◈ Obituário ◈◈⊰──────

Anne Rice foi uma das perdas que o mundo literário sofreu em 2021.

bell hooks morreu aos 69 anos. hooks faleceu, mas certamente seu legado continuará vivo. Nascida em Hopkinsville no ano de 1952, foi uma das mais importantes vozes no feminismo e na luta antirracista das últimas décadas. Publicou diversas obras ao longo de sua carreira, podendo-se destacar o livro "Não serei eu Mulher?".

Anne Rice, autora de 'Entrevista com o vampiro', morre aos 80 anos. Anne iniciou a carreira como escritora em 1972, após a perda de sua filha Michele devido a leucemia, que tinha apenas cinco anos na época. Tornou-se uma escritora prolífica, tendo publicado mais de 30 livros ao longo de sua vida. Pode-se dizer que seu maior sucesso na carreira como escritora foram as "Crônicas Vampirescas". A primeira delas é a famosíssima "Entrevista com o vampiro", de 1976.

Lucinda Riley morre aos 55 anos. Lucinda Riley nasceu na Irlanda, em 1965. Inicialmente trabalhou como atriz, mas logo se enveredou pelo mundo da literatura, publicando seu primeiro livro aos 24 anos de idade. Suas obras já foram traduzidas para 37 países, sendo que já venderam mais de 30 milhões de exemplares. Sua obra mais famosa é a série "As Sete Irmãs".

Vários outros autores faleceram em 2021, mas deixaram uma herança literária riquíssima para nós. Dentre eles, podemos citar: Arthur Giannotti (1930-2021), José Antônio Severo (1942-2021), Wilbur Smith (1933-2021), Almudena Grandes (1960-2021), Janet Malcolm (1934-2021), Artur Xexéo (1951-2021), Eric Carle (1929-2021) e Gary Paulsen (1939-2021).

──────⊱◈◈◈⊰──────

Então é isso, pessoal! Espero que tenham gostado da nossa retrospectiva de 2021. Desejo felicidade a todos nesse novo ano!