Header Ads

A proposta de intervenção na redação do Enem

"A prova de redação costuma preocupar os candidatos na hora de enfrentar o Enem. Sendo assim, é necessário que as escolas promovam palestras para conscientizar os alunos da importância desta prova e de como a prática pode melhorar seu desempenho. Além disso, os pais e professores devem se unir para promover um acompanhamento consistente da evolução do estudante. Por fim, o governo deve investir na educação para que todos os estudantes possam alcançar a tão sonhada nota 1000. Quando os adolescentes encontram mais oportunidades de crescimento toda a sociedade cresce em conjunto."


Os anos passam, as propostas de redação do Enem mudam, mas os clichês usados pela maior parte dos estudantes continuam os mesmos. E é justamente na conclusão que eles ficam óbvios:

A escolas precisam...
Campanhas de conscientização...
Promover palestras...
O pais e professores precisam se unir para...
A sociedade e o governo...

Quantas vezes você já leu uma conclusão contendo um dos itens acima? Quantas vezes você mesmo acabou usando um deles?

Certamente nós não estamos falando de um crime, entretanto, é de suma importância reforçar o quanto os bons e velhos clichezões têm a capacidade de empobrecer uma redação. A coisa piora mais ainda na prova do Enem, que, como a maioria já sabe, valoriza muito uma conclusão detalhada e com embasamento.


Conclusão detalhada


Para construir uma boa proposta de intervenção no Enem não basta apenas dizer o óbvio. Esta prova exige uma proposta detalhada, ou seja, você deve expor sua proposta, explicar como ela vai ser colocada em prática, com que fundos isso vai ser feito e quem é que vai fazer tudo isso. E é neste último ponto que os clichezões mais aparecem.

"A sociedade deve isso..."
"O governo deve aquilo..." 

De qual setor da sociedade você está falando? Está falando de alguma associação profissional? De uma ONG? De alguma cooperativa? De uma corporação específica? De um sindicato? De uma instituição política? Está falando da polícia militar? Está falando do Ministério da Saúde? Ou quem sabe do Ministério das Cidades?


O fato de você ser específico neste ponto de sua redação mostra ao corretor que possui um conhecimento prévio do tema, que não está se baseando apenas nos textos de apoio, e além disso também mostra que já possui um amplo conhecimento dos diferentes setores da sociedade civil e do governo e suas diferentes funções. Você não pode ser vago na hora de escolher o agente da sua proposta de intervenção. Deve deixar bem explícito quem vai fazer sua proposta acontecer, e saber fazer isso da maneira correta vai agregar muita riqueza ao seu texto e certamente vai aumentar a sua nota final. 

Em vista disso, deixo abaixo algumas ideias de agentes transformadores que podem ser usados na sua proposta de intervenção. Mas lembre-se: usar um dos agentes abaixo no contexto incorreto vai derrubar a sua nota, por isso, também compreenda quais são suas funções.


MEC - Ministério da Educação
Função: É o órgão responsável por organizar o sistema de ensino no país e definir as políticas e diretrizes educacionais nacionais.

MMA - Ministério do Meio Ambiente
Função: Desenvolver a política nacional de meio ambiente e recursos hídricos; propor estratégias econômicas e sociais para a melhoria da qualidade ambiental e o uso sustentável de recursos naturais.

MCidades - Ministério das Cidades
Função: Combater as desigualdades sociais, transformando as cidades em espaços mais humanizados, ampliando o acesso da população à moradia, ao saneamento e ao transporte.

MCT - Ministério da Ciência e Tecnologia
Função: Desenvolver o patrimônio científico e tecnológico; estabelecer a política de cooperação e intercâmbio concernente a esse patrimônio; definir a Política Nacional de Ciência e Tecnologia.

MinC - Ministério da Cultura
Função: Formular e implementar políticas públicas no campo cultural, tendo em mente a cultura como um direito fundamental para a plena constituição da cidadania.

MDIC - Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior
Função: Construir um Brasil competitivo, justo e rico em oportunidades, em parceria com setores produtivos, através de ações que resultem na melhoria da qualidade de vida da população.

MS - Ministério da Saúde
Função: Dispor de todas as condições para promoção, proteção e recuperação da saúde, reduzindo as enfermidades, controlando as doenças endêmicas e parasitárias, melhorando a vigilância à saúde e dando qualidade de vida ao brasileiro.

Ministério do Trabalho
Função: Cria política e diretrizes para a geração de emprego e renda ao trabalhador; fiscalizar o trabalho, bem como aplicar das sanções previstas em normas legais ou coletivas; definir a política salarial.

Mtur - Ministério do Turismo
Função: Desenvolver o turismo como uma atividade econômica sustentável, como papel relevante na geração de empregos e divisas, proporcionando a inclusão social.

Mídia e imprensa (Geralmente associado a algum setor governamental)
Função: Transmitir informação e conhecimento; promover discussões; capacidade de promover conscientização.

ONGs - Organizações não governamentais (Podem ser usados em diferentes temas)
Função: são grupos sociais organizados, sem fins lucrativos, caracterizados por ações de solidariedade no campo das políticas públicas e pelo legítimo exercício de pressões políticas em proveito de populações excluídas das condições da cidadania.


*** Atenção: Acompanhe notícias de possíveis extinções/ mudanças de nome etc. de alguns ministérios.


Gostou? Acompanhe nossa página no Facebook!




Leia também:

Tecnologia do Blogger.